[Valid RSS] [Valid RSS] [Valid RSS] Labirintos e Fascínios: Bastaria um abraço...

9 de maio de 2016

Bastaria um abraço...



Procuro encontrar no meu íntimo a harmonia da vida, concentrar-me nas energias vibratórias, recordar que eu sou o poder no meu mundo. 

Centro-me na Luz que me ilumina e reforço a consciência de que sou uma partícula do Universo. 

Não vacilo nas minhas asas da liberdade e sucedem-se os voos com essência numa busca constante, por vezes dissimulada, por vezes imprudente, por vezes irresistivelmente fascinante quando, isolados, ficamos mais juntos e mais livres.

 Nas ausências, as minha asas perdem o vigor e o vazio escorre-me pelas mãos que deixo cair ao longo de um corpo que perde o brilho como se o Sol nunca o banhasse. 

Fico ali, prostrada, emocionada e trémula, sem riso, sem emoção, desajeitada e sem ritmo. 

Bastaria um abraço para que as minhas asas voltassem a bater em movimentos sinuosos e pousassem (docemente) na curva do teu braço.

Autora: Maria Elvira Bento