[Valid RSS] [Valid RSS] [Valid RSS] Labirintos e Fascínios: Pensamentos em fragmentos

20 de fevereiro de 2012

Pensamentos em fragmentos



O Amor é a força que nos vincula bem à nossa condição humana. 
O Amor ri-se de tudo, de todos os nossos interesses materiais, sociais, particulares,
de saúde, de fortuna, de tudo, enfim!
Não há regras, nada que lhe seja sujeito na hora própria em que,
como um raio tempestuoso,
estaria entre dois seres.
É a força que, felizmente, contraria tudo o que o homem artificialmente construiu.
O Amor e, na verdade,
o que está para além do Bem e do Mal.
O Amor é a única realidade que nos subjuga.


Quanto mais o passado se acumula em mim, cada vez mais vivo menos de recordações.


Para sobreviver, matei a memória: Esqueci!


(A. de Gusmão. 1959)