[Valid RSS] [Valid RSS] [Valid RSS] Labirintos e Fascínios: É no presente que meu ser se expande e me projeta até o infinito.

18 de janeiro de 2012

É no presente que meu ser se expande e me projeta até o infinito.


É no presente que o meu ser se expande e me projeta inteiro, me dilata até ao infinito.
Do passado, sinto, sim, saudades. Mas, o passado não me alimenta a imaginação.
Sendo raiz do presente, é  neste instante sempre que eu vivo.
Mordo e sigo só o presente.
O passado só me interessa como reserva, caminhada do saber.

********************

Não vivo nem quero reviver seja o que for do passado,
porque, sob o ponto de vista da economia afectiva,
está completamente gasto.
Só o presente é  fonte inesgotável de infinitos e sempre renovados sentimentos.
Nenhum controle temos sobre uma experiência vivida,
certo é que o passado é, em si, matéria morta;
só o presente é matéria viva a alimentar a riqueza do nosso fluxo psíquico.

**********************

A imaginação não deve significar fuga ao presente,
pelo contrário, representará uma capacidade ilimitada de exploração
dos dados expressivos do presente.

(A. de Gusmão)